quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Novo Fies: Conheça tudo sobre o Novo Fundo de Financiamento Estudantil

O que é e como funciona o FIES?

FIES (Fundo De Financiamento Estudantil), como já mencionado, surgiu em 1999 para substituir o antigo sistema de custeio para o ensino superior, que naquela época era conhecido como: Programa de Crédito Educativo (PCE/CEDUC).
Este financiamento é uma iniciativa do Ministério da Educação gerenciado pelo departamento de investimento estudantil. Ele facilita o pagamento da graduação de pessoas com renda limitada e que em condições normais, não conseguem arcar com as mensalidades nas faculdades.
As condições de Financiamento estudantil se dispões de acordo com a lei nº 10.260. de 12 de julho de 2001. Os cursos superiores são financiados após classificação e aprovação no exame SINAES – Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior.
As condições de financiamento prevê taxas de 6,5% ao ano. Durante o curso, o estudante paga a cada 3 meses o valor máximo de R$ 150,00. Essa quantia diz respeito ao juros do financiamento.
Depois de concluído o graduado terá 18 meses de carência, acredita-se que é o tempo suficiente para que ele se arranje profissionalmente. Porém,nesse período deve continuar pagando as taxas de 150 reais a cada 3 meses.
Encerrando o período de 18 meses de carência, o contemplado deve pagar em até três vezes o período financiado do curso.
Não existe percentual mínimo para o financiamento pelo FIES. Mas, existe um valor minimo mensal de 50 reais. O percentual de financiamento dos encargos educacionais será definido de acordo com o comprometimento da renda familiar bruta per capita.
As vagas são ofertadas no processo seletivo FIES a partir so segundo semestre de 2017 foram selecionadas de acordo com critérios técnicos, objetivos e impessoais, observando os dispostos no art. 7º da Portaria Normativa nº 12, de julho de 2017.

Quem pode participar do FIES?

Para se inscrever no FIES, primeiro é necessário obedecer os seguintes requisitos:
  • Não possuir ter concluído o ensino superior;
  • Possuir renda familiar mensal bruta, por pessoa de até 2,5 salários mínimos;
  • Ter participado de alma edição do ENEM a partir de 2010;
  • Obtiver pontuação mínima de 450 na média geral nas provar;
  • Obtiver, pontuação acima de 0 na redação.
Caso você não tenha participado do ENEM, então você terá que se encaixar nos seguintes requisitos:
  • Ter concluído o Ensino Médio antes de 2010;
  • Ser professor participante do quadro permanente na rede pública de ensino, em efetivo exercício na educação básica. Ter interesse em cursos de licenciatura, normal, superior ou de pedagogia na sua área de atuação;
As inscrições podem ser feitas gratuitamente pela internet, estão disponíveis no site do FIES.
Antes de proceder com a inscrição é necessário que o candidato faça um cadastro no site. Este cadastro o tornará usuário registrado. Desse modo será possível fazer acompanhamento dos processos referentes à seleção.
Relembrando que para fazer o cadastro é necessário ter a disposição:
  • CPF;
  • Informações pessoais: data de nascimento conforme o cpf;
  • Código do ENEM,  para verificação de pontuação.
O Sistema de cadastros do FIES lhe enviará algumas informações via email, essas informações são muito importantes para o acompanhamento do processo, desde a inscrição até o resultado final homologado.

Noções Gerais

Este conteúdo tem o intuito de disseminar informações a respeito das possibilidades de ingressar no ensino superior. Hoje versamos sobre o FIES. Sabemos que nosso país sempre enfrentou dificuldades no que diz respeito a educação e ao acesso de oportunidade de formação e instrução acadêmica igualitária.
Porém, como mencionamos nesse artigo, existem muitas oportunidades de graduar-se. Através do FIES, estudantes de baixa renda encontram oportunidades de financiamento para sua graduação, contando com auxílio do Ministério da Educação.
Salientamos as condições e critérios que os interessados devem corresponder para conseguir ser contemplado com o fundo de financiamento estudantil e como funciona todo o processo, desde a inscrição, processo de seleção e financiamento.
Agora que você já conhece esta oportunidade de melhorar a sua vida através dos estudos, escolha a carreira dos seus sonhos. Para muitos o ensino superior é considerado dispensável, mas apenas através deles você tem oportunidade de conhecer toda a ciência relacionada a determinada área do saber.
Lembre-se, o seu destino quem cria é você, nem a melhor universidade do mundo pode te trazer vantagens se você não der o primeiro passo.
Se você conhece alguém que tem vontade de se graduar mas só consegue enxergar dificuldades, ajude com que este conteúdo chegue até ela.

0 comentários: