quinta-feira, 3 de março de 2016

Turnê Conexões, do baixista Wellington Berê, chega a Sinop sábado


Capital do “Nortão” é a quarta cidade a receber o show que já passou por Jaciara, Cuiabá e Tangará da Serra  

É a vez de Sinop (a 500 km de Cuiabá) se conectar a turnê do baixista Wellington Berê. A capital do chamado ‘Nortão’ de Mato Grosso recebe o músico neste sábado (05), durante o evento Grito Rock, que será realizado no espaço Tabeerna, que fica na estrada Rosália.
Em Sinop, Berê vai apresentar músicas do seu mais recente trabalho, “Conexões”. O show já passou por Tangará da Serra, Cuiabá e Jaciara. Nessas cidades, além de muita música, Berê e a sua banda de apoio têm promovido workshops de baixo, bateria, guitarra e produção cultural. Essa dinâmica tem agregado os músicos das cidades e vem gerando a troca de conhecimento entre eles.
Em Sinop não será diferente, pois, horas antes do show, as 14h, Berê vai realizar um workshop, com os músicos locais, sobre produção cultural. “Vamos abordar temas como política cultural, entidades da sociedade civil organizada no setor cultural, leis de incentivo a cultura, captação de recursos para investimento em cultura, plano estadual e municipal de cultura, entre outras coisas relacionadas ao tema”, citou o músico.
Já no show, durante o Grito Rock, além das músicas do álbum Conexões, Berê vai tocar as canções do seu penúltimo trabalho, “Calor de Cuiabá”. Essa mescla vai criar dois momentos na apresentação. Isso porque Conexões é um trabalho instrumental onde Berê mostra toda a sua versatilidade como contrabaixista ao explorar ritmos como jazz, rock, soul, blues e música regional (Cururu e Siriri). Já as músicas do álbum “Calor de Cuiabá” darão um clima mais suingado e festivo para o show. Será o momento do público soltar o corpo o som de muito soul.
Entre os músicos que acompanham Berê na turnê está Danilo Bareiro – produtor musical e um dos principais guitarristas da cena matogressense. Também já tocaram com o baixista nessa turnê o baterista Thiago Freitas, o rapper Linha Dura e o gaiteiro Paulo Teixera.
Berê já tocou na cidade como músico de apoio de outros artistas. Mas agora será a primeira vez que ele subirá ao palco do Grito Rock, como um das principais atrações da noite. “Sinop é conhecida como a "Capital do Nortão" e sem duvida é uma região muito desenvolvida. Espero despertar o interesse do público e criar uma conexão para voltar muitas vezes à cidade e contribuir no que estiver ao meu alcance para o desenvolvimento do setor musical da região”, destacou.
De Sinop a turnê Conexões seguirá para Chapada dos Guimarães. O show por lá ocorre no próximo dia 12, no espaço Pomodori.

Sobre Berê
O músico tem sido um dos principais fomentadores da música local ao promover workshops e debates com os demais artistas para fortalecer a cena musical do Estado.
Em uma de suas atividades mais recentes ele promoveu o show Versus, que trouxe para Cuiabá o grupo de Celso Pixinga, um dos mais importantes baixistas brasileiros da atualidade.
Em seus 15 anos de carreira o músico já tocou em diversos festivais Brasil afora, como o Calango e o Cura de Sul, que teve a participação da banda Sepultura.
Com o seu grupo, o Tancandira, já abriu o show do instrumentista baiano Armandinho da Costa Macêdo - fundador do Grupo A Cor do Som, que se notabilizou pela alta qualidade instrumental, mesclando sonoridades de rock, jazz e música brasileira.
Berê é natural de Rondonópolis, mas vem construindo sua carreira em Cuiabá onde realiza diversas apresentações em bares e casas de shows espalhadas pela cidade.


Legenda foto: Guitarrista Danilo Bareiro ministrando workshop de guitarra em Jaciara
- por Márcio Camilo - 

0 comentários: