terça-feira, 4 de novembro de 2014

04 de novembro: DIA DO INVENTOR

Grandes descobertas se transformaram em grandes invenções. A descoberta do fogo, de novos territórios, da macrovisão e microvisão dos componentes e agentes do universo são alguns destes ingredientes que formataram as invenções. As guerras propulsionaram alguns dos grandes inventos.
Mas quais seriam as grandes invenções do planeta?
A roda é o primogênito na escala das invenções e por isso sempre lembrada.
Outra invenção bem cotada inclusive nas falas irônicas foi a pólvora, por chineses.
Como parte das transformações de hábitos de higiene, o vaso sanitário e o sistema de esgoto são das menos lembradas. Por se tratar de qualidade de vida, saúde e higiente são temas tocados com mais excelência na carona dos grandes eventos ecológicos.
Ao estudar as propriedades magnéticas possuídas por alguns metais, os chineses inventaram a bússola. A evolução hiperbólica disso é o localizador GPS dos nossos gatgets.
Dizem que logo depois da invenção dos óculos inventaram o divórcio. Uma intriga de quem não sabe sentir e precia apenas ver. Na sequência, a invenção do telescópio acabou denunciando equívocos religiosos, mais evidente com Nicolau Copérnico, quando descobriu uma das grandes cicatrizes da humanidade: a Terra não era o centro do Universo.
No século XIII após diversas variações do primitivo relógio solar, surgiram os primeiros relógios comumente usados.
Alexander Graham Bell é o nome mais evidente na invenção do telefone em meados do século IXX. E a partir daí passamos pela televisão e chegamos à internet como melhor veículo tecnológico de comunicação.
Outras: energia elétrica; lâmpada; fotografia; plástico; radar; satélite; avião; cartão de crédito; drone; cafeteira; cerveja; chapinha; chocolate; ar condicionado; ...

0 comentários: