quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Exposição no Museu de Arte traz obras raras e inéditas de modernistas

Intitulada “Modernistas Brasileiros”, a exposição que segue até novembro conta com acervo confiado à Secretaria de Estado de Cultura pelo Banco do Brasil, em 1995, e traz exemplares de sete artistas de grandes representatividade, dentre eles, Tarsila do Amaral, Marcelo Grassmann, Maciej Babinski, Clóvis Graciano, Cícero Dia, Antônio Carlos Rodrigues e Aldemir Martins
O solo fértil mato-grossense que deu origem a tantas expressões das artes visuais e a uma identidade única levando-se em consideração as manifestações plásticas do resto do país, se efetiva agora, como um dos poucos que reúne e salvaguarda um acervo expressivo de um dos períodos mais importantes para o desenvolvimento das artes visuais no país, o Modernismo.
As obras raras e inéditas que integram um acervo de mais de 40 gravuras e dão origem à exposição “Modernistas Brasileiros”, podem ser conferidas a partir do dia 23 de outubro, no Museu de Arte de Mato Grosso. O lançamento à imprensa e ao público será às 9 horas e a exposição segue até o dia 21 de novembro.
O acervo confiado à Secretaria de Estado de Cultura pelo Banco do Brasil, em 1995, traz exemplares de sete artistas de grandes representatividade, tais quais, Marcelo Grassmann, Maciej Babinski, Clóvis Graciano, Cícero Dia, Antônio Carlos Rodrigues, Aldemir Martins e Tarsila do Amaral, expressão máxima do movimento, curiosamente, ainda que ela não estivesse presente ao grande marco do Modernismo, o evento de 1922.
As gravuras que integram a exposição revelam como cada um deles esteve envolvido com o movimento, o nível de engajamento político e social, as estéticas e as técnicas utilizadas, como a serigrafia, gravuras em metal e ainda, xilogravura, enfocando entre outros, temas tipicamente brasileiros, estilizados e líricos, baseados em uma linguagem universal e vanguardista.
O abstracionismo e o surrealismo de uns e os contornos oníricos de outros, presentes nas obras de Tarsila, a exemplo, são de encher os olhos e tornam a exposição programa indispensável.
De acordo com a gestora do museu, Viviene Lozi, esta é uma grande iniciativa que visa preservar o patrimônio histórico brasileiro. “Assim como a Pinacoteca do Estado de São Paulo e o Museu de Arte de Santa Catarina, o Museu de Arte de Mato Grosso torna-se um dos espaços a salvaguardar obras destes artistas, responsável pela conservação das obras, catalogação e inclusão em seu acervo permanente”, destaca.
A exposição está montada no pavimento superior, que teve os pisos e paredes restaurados. Para acessar o piso superior o MAM-MT dispõe também, de elevador para garantir a circulação de pessoas com dificuldade de mobilidade e cadeirantes. 
Serviço
Exposição “Modernistas Brasileiros”
No Museu de Arte de Mato Grosso
De 23 de outubro a 21 de novembro
Rua Barão de Melgaço, 3.565
Telefone: 65 3025-3221

0 comentários: