terça-feira, 1 de julho de 2014

Dê adeus ao Orkut: Rede Social sai do ar dia 30 de setembro

Scraps, comunidades, amigos, depoimentos publicáveis e impublicáveis. Quem nunca escreveu um “o topo é meu” que atire a primeira pedra. O Google anunciou nesta segunda-feira (30) que o Orkut vai acabar. Dez anos após sua criação, a rede social ficou para trás em meio aos avanços tecnológicos que hoje em dia chegam à velocidade da luz.
Mesmo que quase todos os usuários já tenham migrado para outras plataformas (facebook, twitter, Google+) dá aquela dor no coração de se despedir do pai das redes sociais.
O Orkut passou por diversas fases. No começo, a ‘competição’ era pra ver quem tinha o maior número de scraps. Para isso, alguns amigos até mandavam diversos recados de uma vez só, para chegar a um número redondo (1000, por exemplo). Um tempo depois, a moda virou e o interessante era não ter nenhum recado, só os “especiais” não eram apagados.
Em relação às fotos, as mudanças foram da própria configuração do Orkut. Primeiro, era possível colocar apenas 12 imagens. Depois, foram criados os “álbuns”, e cada um suportava até 100 fotos.
Mas o mais engraçado da rede eram as comunidades. De “Eu amo chocolate” até a “Comunidade Vazia” (que não permitia a entrada de nenhum membro), discussões filosóficas e conversas de botequim eram feitas nesses ambientes virtuais. E eles não paravam. Como conseqüência da “Comunidade Vazia”, foi feita uma comunidade chamada “Eu tentei entrar na Comunidade Vazia”. Havia também as clássicas: “Sou legal, não ‘to’ te dando mole” e “Sou legal e ‘to’ te dando mole”.
Outra área do site que causou muita confusão foi a de depoimentos. Havia, entre eles, os publicáveis – e a eterna disputa pelo ‘topo’ – e os impublicáveis, ou seja, aqueles que vinham com o aviso [NÃO ACEITA] em cima e diversas fofocas ou discussões embaixo.
O Orkut perdeu seu espaço e foi substituído, principalmente, pelo Facebook. O site ainda tentou fazer adaptações para prender os usuários, mas com o tempo ele simplesmente foi sumindo do dia-a-dia dos internautas. A partir de 30 de setembro o site não existirá mais. Segundo a carta intitulada “Adeus ao Orkut”, feita pelo Google, a organização pede desculpas aos usuários que ainda utilizam o site e oferecem as outras plataformas da organização como alternativa.
- Olhar Direto -

0 comentários: