quarta-feira, 16 de abril de 2014

A democracia ameaçada: Não se pode calar uma opinião porque se discorda dela

A jornalista Rachel Sheherazade virou personagem de destaque nas redes sociais por seus comentários nada moderados até então.
Ditadura? Apurações jornalísticas apontaram que houve pressão do governo para que o SBT acabasse com o espaço de opinião da jornalista (leia aqui).
Acho alguns pontos da jornalista com fundo preconceituoso e algumas passagens em amadurecimento. O que não justifica a censura. Mas a artilharia dos defensores da corrupção está em alerta com métodos hostis e tantos epítetos débeis quanto possíveis, defendendo seus espaços neste bolo vencido.
“No país que ostenta incríveis 26 assassinatos a cada 100 mil habitantes”, disse no ar, “a atitude dos vingadores é até compreensível.”
Isso seria apenas um grito de alerta contra os grandes tropeços de nossa Justiça e a indiferença frente a tanta desigualdade patrocinada pelo próprio (des) governo, que ao invés de atacar o problema na fonte acaba tomando atitudes contra o cidadão comum (inofensivo) que denuncia ou reage de alguma forma diante dessa inversão de valores e farto de tanta corrupção.
Thomas Jefferson: “a liberdade de expressão não pode ser limitada sem ser perdida”.

0 comentários: