sexta-feira, 14 de março de 2014

Sábado e domingo às 19 hs no Cine Teatro: Orquestra do Estado de Mato Grosso e Yamandu Costa

A Orquestra do Estado de Mato Grosso abre a Temporada 2014 na companhia de um dos mais importantes violonistas do Brasil e do mundo, Yamandu Costa. Os concertos, sob regência do maestro Leandro Carvalho, homenageiam a música de fronteira e revivem as obras de grandes compositores latinos. As apresentações ocorrem nos dias 15 e 16 de março - sábado às 20h e domingo às 19h -, no Cine Teatro Cuiabá. Os ingressos custam R$10,00 e R$5,00
O repertório de março, que vai virar disco após os concertos - quando a orquestra entra em estúdio junto com Yamandu Costa, dando sequência à série de gravações com os mais destacados artistas brasileiros -, exibe peças de Herminio Gimenez, José Asunción Flores, Astor Piazzolla e do próprio Yamandu. Os concertos têm início com com El canto de mi selva, criada por Hermínio Gimenez na região de Concepción, no Paraguai, quando servia como soldado na Guerra do Chaco.
De José Asunción Flores, a Orquestra exibe Mburikao (nome de um arroio na região da Recoleta, em Buenos Aires). Flores disse certa vez que se inspirou em um anúncio que teve durante um sonho, depois de uma noite de boemia. “Adormeci e sonhei que estava em meio a um bosque onde as plantas, os animais e o homem viviam em harmonia”, declarou Flores sobre Mburikao.
Hermínio Gimenez e José Asunción Flores foram dois dos mais importantes compositores latino americanos de todos os tempos. Criaram uma linguagem própria, embasada na cultura popular da região central da América do Sul. Tiveram suas orquestras e nela incluíram instrumentos de cordas dedilhadas dando início ao conceito de “orquestra típica”. Navegaram pela música popular e erudita com igual competência e terminaram por criar uma “zona criativa” de difícil classificação.
Seguindo esta viagem pelo universo da música de fronteira, a Orquestra do Estado de Mato Grosso convidou o grande virtuose do violão Yamandu Costa para compor e tocar uma nova peça em que revisitasse seu universo musical de origem. Assim nasceu o Concerto de Fronteira, em três movimentos, em que o solista apresenta a riqueza melódica e rítmica do sul do Brasil. Faz parte ainda do concerto as peças Decarissimo, de Astor Piazzolla, BachBaridade, Sarará e Segredos da Vivência, do próprio Yamandu, todas com novas adaptações que incluem a viola de cocho e a percussão regional.
A Orquestra do Estado de Mato Grosso é impulsionada pelo Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura. Suas três principais séries de concertos – Oficiais, Didáticos e Populares - são realizadas em conjunto com o Ministério da Cultura, por meio da Lei de Incentivo a Cultura e têm os patrocínios do Instituto Votorantim, Votorantim Cimentos, Agro Amazônia e Agro Amazônia John Deere. Para a realização da Temporada 2014 a Orquestra tem ainda o apoio cultural da TV Centro América, Amazon Plaza Hotel, Fisk Inglês e Espanhol, Localiza e Soul Propaganda.
- Mídia News -

0 comentários: