quinta-feira, 17 de outubro de 2013

A democracia ameaçada - Os Black Blocs e a escuridão do nosso momento político

Eles chegam tarde da noite, vestidos de preto e com rostos cobertos, formam um único "bloco sombrio", disposto a pôr abaixo tudo o que simbolize o que eles não reconhecem ser ordem e poder. A expressão black bloc define esta massa que vem cada vez mais fazendo parte da rotina dos movimentos sociais. Não tem bandeiras definidas, líderes, agenda. Apenas age, impulsionada pela crise de ética na política e na sociedade, pelos escândalos de corrupção e pela impunidade. Poderia também ser chamada de "buracos negros" - fenômeno astronômico no qual um planeta perde a massa mas mantém a gravidade: uma gigantesca força perdida no vácuo. Só que não está no espaço. Está nas ruas.
Os black blocs são jovens entre 20 e 30 anos em sua maioria. Fazem parte de uma geração que nasceu e cresceu vendo denúncias de corrupção, associam diretamente política e sucesso empresarial com desonestidade, não têm exemplo de ética, não conhecem o que é certo e o que se deve respeitar.
(... blá-blá-blá ...)
- Jornal do Brasil -

Preservando o direito de manifestação - A democracia ameaçada
Evidente que pessoas que se dirigem às manifestações com instrumentos de artes marciais, máscaras, luvas, barras de ferros, porretes, facão, madeiras com pregos, pedras, etc., estão ali para praticar atos criminosos, como mostram as imagens, apreensões e as provas de destruição. Qual o motivo de apedrejar ônibus cheio de passageiros que se deslocam com todas as dificuldades cotidianas? Pegar carona em movimentos legítimos para cessar o direito democrático à força?
O que seria símbolo do descontentamento político virou escárnio contra a cidadania. Eles chegam aos poucos infiltrando-se nas manifestações, muitos importados de outros Estados, colocam suas máscaras em ato covarde, começam a violência e saem de cena deixando em risco os cidadãos de bem que lutam por luminosos direitos. Isso acontece a nível nacional debaixo do nariz de uma conivência suspeitíssima do aparelho estatal.
'Estamos lutando por algo que ainda não sabemos o que é', diz Black Bloc

0 comentários: