sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Orquestra de MT retoma apresentações no Cine Teatro - sábado e domingo

Sob a regência do Maestro Leandro Carvalho, a OEMT apresentará um repertório dividido em duas partes - SECOM/MT

Após viajar pelo Estado levando a música de concerto para praças públicas de oito municípios mato-grossenses, a Orquestra do Estado de Mato Grosso está de volta ao Cine Teatro Cuiabá com sua série de Concertos Oficiais. As duas apresentações deste mês estão marcadas para o sábado (7.09) e domingo (8.09), às 19h.
Sob a regência do maestro Leandro Carvalho, a OEMT vai apresentar um repertório dividido em duas partes, sendo a primeira erudita, com a exibição da abertura do concerto para cordas do compositor moderno Witold Lutoslawski. Trata-se de uma homenagem aos 100 anos de nascimento do mais importante compositor polonês, depois de Chopin.
Lutoslawski está ligado à tradição europeia, de Beethoven e Chopin até Debussy e Bartók. Por conta do inestimável valor de sua trajetória musical, um decreto parlamentar na Polônia instituiu 2013 como o Ano de Lutoslawski no país. Há mais de 60 anos, as obras dele são executadas em salas de concertos do mundo todo. Sua música tem caráter combativo e faz uso do dodecafonismo e de técnicas pouco ortodoxas.
Na segunda parte do repertório, com caráter mais popular, a OEMT recebe o acordeonista Toninho Ferragutti, instrumentista, compositor e arranjador indicado ao Grammy Latino de 2011. De Ferragutti, a Orquestra exibirá cinco peças: Fantasia, Sanfonema, Forró Classudo, Nem Sol Nem Lua e Na Sombra da Asa Branca.
Na opinião da crítica musical Maria Luiza Kfouri, "Toninho Ferragutti traz em seu acordeom a síntese de todos os grandes acordeonistas brasileiros e, ao mesmo tempo, é um instrumentista singular, com personalidade, som próprio e único, que praticamente reinventou o instrumento".
O envolvimento de Ferragutti com a música de orquestra não é de hoje. O acordeonista já realizou trabalhos com importantes orquestras brasileiras: Jazz Sinfônica de São Paulo, Orquestra sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica do Recife, Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília, dentre outras.
Criada em 2005, a Orquestra do Estado de Mato Grosso é uma iniciativa do Governo de Mato Grosso por meio da Secretaria de Estado de Cultura e, em 2013, conta com o apoio cultural do Hotel Amazon, Fisk Inglês e Espanhol, Localiza, Soul Propaganda e TV Centro América. Por meio da Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet – Ministério da Cultura, a Orquestra recebe patrocínios do Grupo André Maggi, Instituto Votorantim e Votorantim Cimentos, que permitem a realização de suas principais séries de concertos: Oficiais, Didáticos e Populares.

0 comentários: