segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Fora do Eixo: E não é que Capilé conseguiu, também nessa, uma boquinha?



    É do balacobaco! Acabo de ouvir da CBN. Maria Suely Fernandes, a funcionária da Fundação Banco do Brasil que denunciou, como podemos chamar?, a existência de convênios suspeitos na Fundação Banco do Brasil, mesmo estando sob proteção da Polícia do Distrito Federal, continua a receber ameaças. O alvo principal é seu filho, de seis anos. Estão, entre outras coisas, ligando para a sua casa para lembrar que sabem em que escola ele estuda. Fazem o mesmo por intermédio de torpedos.
    O caso veio à luz com reportagens de Andreza Matais, publicadas no Estadão. Reproduzo trecho de uma delas. Volto depois.

0 comentários: