domingo, 18 de agosto de 2013

Manobras Fora do Eixo


Blog A Nobre Farsa

1. Quem sou
Meu nome é Márvio dos Anjos. Sou hoje mais conhecido como jornalista (com passagens por TV Globo, Folha de S.Paulo, Jornal do Brasil); hoje diretor editorial do jornal Destak e colunista do GloboEsporte.com.
Mas já fui muito atuante como cantor e compositor das bandas Glamourama (2002/03) e Cabaret (2004-último show em 2010).
O Cabaret hoje se encontra desativado, sem shows na agenda, e com um disco gravado em 2009, mas ainda inédito. Entre 2003 e 2009, toquei em 10 capitais do país, participei de programas de TV (Programa do Jô, Código MTV) e participei de muitos festivais independentes: Mada (Natal), Calango (Cuiabá), Mundo (João Pessoa), Se Rasgum no Rock (Belém), Panela Rock (Fortaleza), Ruído (Rio), Grito Rock (Rio), Vaca Amarela (Goiânia).
Nunca tive um produtor, ou agente. Nunca fui organizador de festival. Tanto Glamourama quanto Cabaret foram produzidos por mim mesmo até a minha desistência diante das portas que se fechavam no circuito, à medida em que comecei a criticar as mudanças de rumo, que considero até hoje de má-fé.
Não sou filiado a partido algum.
É com base nessas experiências que analiso Pablo Capilé e o Fora do Eixo.
Sou crítico de primeira hora, desde 2008, quando percebi as mudanças de rumo que aconteciam em tudo que eles contaminavam com uma política perversa de apropriações de capital cultural e de dinheiro público.

2. A verdade sobre Pablo Capilé e a política de não pagar cachês
- "Planilha revela como Fora do Eixo gastou o dinheiro reservado para os cachês das bandas do Festival Calango (2009). O financiamento de R$ 29.000,00 (vinte e nove mil reais) da Petrobras foi utilizado pelos integrantes para comprar cigarros, pagar a penúltima parcela do notebook de Pablo Capilé e até jogar na mega-sena." - http://www.foradoeixo.sx/
- Senador cobra explicações sobre verbas da Petrobras e do Banco do Brasil repassadas ao “Fora do Eixo”, de Capilé
- Fora do Eixo X Carta Capital 1 – Reportagem da revista demole a casa de Capilé e choca alguns ditos “progressistas”
- O Fora do Eixo virou problema para o Mídia Ninja
- Até você, Carta Capital?
Havia alguma coisa de errado na sintonia dos dois entrevistados de Roda Viva.

0 comentários: