sexta-feira, 12 de julho de 2013

RPM: lançada música sobre as manifestações de 2013

A banda RPM foi muito importante nos anos 80 e lançou alguns dos álbuns mais relevantes da história do rock nacional (o excelente "Revoluções Por Minuto" e o clássico "Radio Pirata Ao Vivo", de 1985 e 1986 respectivamente). Depois disso, entre idas e voltas, lançaram álbuns medianos e muito criticados, principalmente pela tendência cada vez maior de se render ao romantismo adotado pelo vocalista Paulo Ricardo em sua carreira solo.
O último sucesso da banda foi a abertura do programa global Big Brother Brasil (relançada em versão ainda mais xarope este ano), que para quem não sabe é uma cover para a igualmente chata "Leef" do holandês HAN VAN EIJK.
Com os últimos acontecimentos, a banda que falava do "crime da mala" entre outras manchetes que frequentaram os jornais daqueles anos 80, resolveu voltar aos temas mais sérios e mandar "a escória para a puta que os pariu". A banda publicou hoje em seu soundclound:
"O Brasil está vivendo um momento crucial. E nós, que sempre cantamos a revolução, deflagramos agora nosso manifesto/canção/grito de guerra:
Primavera Tropical. Ouça bem alto!"
Embora a composição ainda esteja longe de qualquer comparação com a qualidade mostrada nos primeiros anos de banda (o baixo pulsante e onipresente de Paulo Ricardo, as guitarras e sintetizadores bem encaixados de Fernando Deluqui e Luiz Schiavon e a bateria oitentista apenas competente de Paulo Pagni), representa uma oportunidade para um recomeço, um reboot. É bom saber que o RPM "acordou". Que nem eles, nem os manifestantes voltem a dormir.
- Whiplash -

0 comentários: