sexta-feira, 28 de junho de 2013

Droga é assunto de saúde, não de polícia, diz Marcelo D2

Ao ser entrevistado por Marília Gabriela no "De frente Com Gabi", Marcelo D2, 45, falou sobre o polêmico assunto da liberação da maconha, que para ele é apenas uma questão e tempo até que seja descriminalizada.
"Cansei de usar [maconha]. Eu fumo até hoje, mas menos. A legalização é uma questão de 'quando', não de 'sim' ou 'não'. Droga é assunto de saúde, não de polícia", disse.
O cantor também comentou sobre os perigos em usar drogas no meio artístico e lembrou do cantor Chorão. "Levei um susto. Os amigos próximos diziam que ele não estava bem. Essa vida de estrada é muito livre, você pode ir bêbado, drogado para o show. É insalubre. Você anda para cima e para baixo solitário."
A entrevista com D2 vai ao ar neste domingo (30), no SBT.
- Folha -

0 comentários: