quarta-feira, 19 de junho de 2013

Correios lançam edital com valor de patrocínio até R$ 15,5 milhões para ocupação de unidades culturais

Os Correios lançaram nesta segunda-feira (17) seu Edital de Ocupação de Unidades Culturais para 2014-2015. O valor previsto pela empresa a patrocínios culturais dessa vez é de até R$ 15,5 milhões. Outra novidade é a inclusão de uma sétima unidade na política de fomento à cultura: o Centro Cultural Correios de São Paulo.
O objetivo da estatal é contribuir para o desenvolvimento e a divulgação das mais variadas manifestações artísticas e consolidar suas sete unidades culturais como espaços de qualidade voltados para o fomento, resgate e preservação da cultura brasileira.
As inscrições ficarão disponíveis até o dia 1º de agosto, no portal dos Correios na internet, onde também é possível acessar os documentos do edital. Podem participar projetos que estejam de acordo com as condições estabelecidas no edital e que se enquadrem em um dos seguintes segmentos culturais: Artes Cênicas – Dança, Artes Cênicas – Teatro, Artes Visuais, Audiovisual, Humanidades e Música.
Os projetos selecionados para compor a grade de programação entrarão em cartaz a partir de março de 2014 até fevereiro de 2015, nas seguintes unidades culturais: Centro Cultural Correios de São Paulo, Centro Cultural Correios do Rio de Janeiro, Centro Cultural Correios de Recife, Centro Cultural Correios de Salvador, Espaço Cultural Correios de Fortaleza, Espaço Cultural Correios de Juiz de Fora e Museu Nacional dos Correios, em Brasília.
Política cultural
Os Correios utilizam, desde 2004, editais públicos para a seleção de projetos, com vistas à concessão de patrocínio. Essa prática foi adotada não apenas para atender às diretrizes governamentais, mas para conferir maior transparência à destinação dos recursos públicos, por meio de regras e critérios claros e objetivos para análise e seleção das propostas.
A metodologia de seleção também democratiza o acesso de produtores e grupos culturais ao processo, ratificando a imagem dos Correios como empresa difusora e fomentadora da cultura.
Fonte: Correios

0 comentários: