quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Descoberta bactéria que produz ouro em segundos

Quem imaginaria que uma Bactéria poderia ser capaz de produzir ouro em poucos segundos?
Mas isso acontece, segundo a revista britânicaNature Chemical Biology.
A publicação revelou que bactéria em questão faz isso para se proteger do ouro.
Ela solidifica o líquido e cria estruturas sólidas complexas muito parecidas com pepitas.
Alguns metais são propícios para que os micróbios se desenvolvam, como o ferro.
Outros, no entanto, são fatais para ele, como o ouro e a prata, que possuem efeito bactericida.
Os íons solúveis do ouro são tóxicos para grande parte dos micróbios e assim, é muito comum encontrar membranas bacterianas na superfície das pepitas.
Assim, tais bactérias desempenham um papel bastante importante, no que diz respeito ao acúmulo e também no depósito do ouro na origem das pepitas.
Há um tempo atrás, os cientistas conseguiram demonstrar que a Cupriavidus metallidurans é capaz de acumular partículas ínfimas de ouro no interior das suas células com a finalidade de se proteger dos íons solúveis do ouro.
No entanto, em um novo estudo cientistas canadenses conseguiram identificar que a bactéria Delftia acidovorans, que coabita as pepitas ao lado daCupriavidus metallidurans , também possui este instinto de proteção.
A equipe descobriu que tal bactéria não metaboliza o ouro solúvel como a outra, mas sim, solidifica o metal ao seu exterior.
Deste modo, a D. acidovorans acaba secretando uma molécula, chamada de delftibactina, capaz de precipitar os íons do ouro em suspensão na água e depois criar estruturas sólidas complexas, muito parecidas com as encontradas nas pepitas de ouro.
As informações são de Nathan Magarvey, da Universidade McMaster de Hamilton, em Ontário, no Canadá, quem chefiou a pesquisa.
Todo esse processo é muito veloz e acontece em poucos segundos, em temperatura ambiente e em condições de acidez neutra.
De acordo com os próprios cientistas, a molécula delftibactina supera em laboratório todos os produtos já usados na indústria que possuem a finalidade de produzir nanopartículas de ouro.
Com informações da Oficina da Net.

0 comentários: