sábado, 24 de novembro de 2012

Cotas? Não, obrigado. Eu estudei.

"O fato das cotas terem sua constitucionalidade avalizada pelo STF não significa que o programa seja correto. Ao contrário, é um erro grave que, a pretexto de compensar crueldades históricas praticadas pelo Brasil escravocatra, acaba incentivando o racismo latente na sociedade brasileira. A questão do acesso à universidade nada tem a ver com cor, raça ou etnia. É uma questão social e econômica, produto do lixo que é o ensino público aqui no Brasil. O que deve determinar ou não a entrada na universidade é, simplesmente, o mérito!"
- Rodrigo Esteves, Cuiabá -

3 comentários:

Pai Preto disse...

Usando no post uma foto de Joaquim Barbosa, que votou a favor das cotas.

Parabéns, champs.

Pai Preto disse...

Reaça dos infernos. Tem uma necessidade tão desesperada em falar bobagem que nem se importa em ser lógico.

Osvaldo Tancredo disse...

foto meramente ilustrativa