sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Interdição parcial da Avenida Fernando Correa da Costa para obras do VLT começa neste domingo

A partir deste domingo (28/10), às 17h30, começa a interdição parcial da Avenida Fernando Correa da Costa para o início da segunda frente de trabalho da implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). No entroncamento das Avenidas Brasília, Tancredo Neves e o trevo da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) será construído um viaduto rodoferroviário com 428 metros de extensão, por onde trafegará veículos automotores e o próprio VLT.
O consórcio de empresas responsáveis pela construção do VLT Cuiabá/Várzea Grande, conforme dita as regras da licitação, é responsável pelo estudo para definir as vias de desvios, bem como pela implantação das placas de orientação além de toda sinalização vertical e horizontal, incluindo oito conjuntos semafóricos no entorno da obra, que deverão estar instalados e sincronizados até o fim de semana.
A interdição parcial da Avenida Fernando Correa se dará no sentido centro-bairro, entre a Rua Garcia Neto no bairro jardim Kennedy e a Rua Luiz Antônio de Figueiredo no Jardim Petrópolis. Das três faixas de rolamento da Avenida Fernando Correa, uma inicialmente ficará livre, para o trânsito de veículos do transporte coletivo. Dados da diretoria de transportes da SMTU dão conta que 120 ônibus e micros, passam pelo trevo da UFMT por hora.
VIAS DE DESVIO – Av. Fernando C. Costa - Sentido Centro/Bairros-Coxipó
Os veículos que trafegarem no sentido Centro/Coxipó deverão virar a direita na Rua Garcia Neto, Jardim Kennyd no prédio do antigo Tribunal Regional do Trabalho – TRT, ao final virar a esquerda na Rua Coronel João Lourenço, e a direita acessando a Avenida Tancredo Neves sentido a Carmindo de Campos, onde deverá entrar no primeiro retorno no canteiro central, em direção a Avenida Fernando C. da Costa, já próximo da Fernando Correa, virar a direita na Rua Sá Porto ao final entrar á esquerda na Rua Professor Juscelino Reiners, á direita na Rua Amâncio Pedroso de Jesus, à esquerda na Rua Generoso Siríaco Maciel atingindo a Rua Luiz Antônio de Figueiredo ao lado da City Lar, retornando assim a Avenida Fernando Correa da Costa, onde os que quiserem ir para a UFMT poderão cruzar o canteiro central por um corte feito no mesmo e implantado um semáforo para controlar os fluxos, entrar na Rua Maria Dimpina no Bairro Boa Esperança e na primeira esquina a direita, subir em direção a Avenida Alziro Zarur atingindo a UFMT.
No Jardim das Américas serão utilizadas as Ruas Buenos Ayres, Avenida Hayti, Avenida Cidade do México, ruas Santiago e Guadalajara.  
Regiões e bairros afetados:
As vias de desvio a obra do Viaduto da UFMT, envolvem vias de quatro bairros: Jardim Kennedy – Jardim Petrópolis – Boa Esperança – Jardim das Américas.
Sentido do trânsito nas vias de desvio e estacionamento:
As vias por onde se dará o transito de veículos nos bairros Jardim Kennyd, Petrópolis e Boa esperança, terão sentido único Centro/Coxipó, e estacionamento suprimido em ambos os lados da via ou permitido em apenas um dos lados conforme a necessidade da via em relação a largura e capacidade de fluxo, e estarão devidamente sinalizadas com placas indicativas e proibitivas.
No Jardim das Américas no entroncamento da Avenida Brasília com a Rua Bueno Ayres, será implantado um semáforo e o sentido dessa via será único em direção a Av. Miguel sutil.
As Avenidas Haiti e Cidade do México, respectivamente serão utilizadas como binários de transito ou seja, uma será utilizada para entrar e a outra para sair do Bairro. A Haiti será mão única com sentido F.C. Costa/ Bairro. O consorcio fará um corte no canteiro central e instalará um semáforo, para que os condutores que trafeguem sentido centro bairro na Av. F.C. Costa possam entrar no jardim das Américas e região por essa passagem.
A Avenida Cidade do México que termina na lateral da Trescinco, será utilizada para sair do bairro, tendo estacionamento permitido apenas de um lado.
A secretaria de Trânsito estará diuturnamente monitorando a região e a qualquer momento fará ajustes e intervenções que se fizerem necessárias.
Transporte coletivo
Será mantida uma faixa das três que compõem a pista de rolamento da Avenida F.C. Costa sentido centro/bairro para o trânsito de veículos do transporte coletivo que neste primeiro momento manterão seus itinerários. Uma informação faz se necessário destacar se; as linhas que demandam ao interior da UFMT, percorrerão a Avenida F.C. Costa até o trevo do 9º BEC, retornando em direção ao centro até atingir a rotatória da UFMT, por onde fará o acesso dos acadêmicos e funcionários da Universidade. 
Orientação ao Munícipe
A Secretaria Municipal de Trânsito estará com 16 duplas de agentes ou 32 agentes de trânsito em pontos fixos distribuídos nos bairros por onde estão as vias de desvio a obra, além de quatro veículos entre carros e motos percorrendo pontos mais distantes no apoio ao transito.
Todos os agentes de Trânsito da SMTU estão capacitados e orientados para informar a população em transito pelo entorno da obra. Placas orientativas e de sinalização estão fartamente distribuídas pelas vias. 08 Conjuntos semafóricos foram implantados em cruzamentos para ordenar e dar vazão aos sentidos nos cruzamentos. Dois conjuntos semafóricos já instalados na região sofrerão adequações para operar os novos sentidos de trânsito, Fernando Corrêa com Brasília, e Fernando Corrêa com Alziro Zarur.
A Secretaria solicita aos usuários em geral das vias envolvidas, que tenham paciência e muita atenção ao trafegarem pela região. “É fundamental que as pessoas se programem e se orientem previamente, principalmente nos primeiros dias de intervenção nas vias da região. Com estratégia e informação, aliado a atenção, fará com que todos nos passemos pelos transtornos inevitáveis de uma obra desse porte com segurança, certos de que, ao seu término, um trânsito mais rápido e seguro espera por todos nós”, declarou o Secretário da SMTU, Josemar A. Sobrinho.
- 24 Horas News, 25/10/12
-

0 comentários: