segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Cinema

Michael Douglas fará papel do ex-presidente Ronald Reagan
A guerra também será tema de "Reykjavik", mas, no caso, a Guerra Fria que se estabeleceu entre russos e norte-americanos na década de 1980. O personagem central será Ronald Reagan, papel que deverá ser interpretado por Michael Douglas. A trama é ambientada em 1986 e gira em torno do encontro entre Reagan, presidente dos EUA, e o russo Mikhail Gorbachev na capital islandesa que dá título ao filme. O histórico encontro entre os dois maiores líderes mundiais de então não chegou a colocar um ponto final na Guerra Fria, mas colaborou definitivamente para a aproximação dos dois blocos. O roteiro foi escrito por Kevin Hood, de "Amor e Inocência", e a direção ficará nas mãos de Mike Newell, que assinou "Harry Potter e o Cálice de Fogo" e o mais recente "Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo". Newell assumiu a direção após a desistência de Ridley Scott, que ficará a cargo da produção por meio de sua empresa Scott Free. O projeto, orçado em US$ 10 milhões, é da mesma Participant Media que realizou o documentário ganhador do Oscar "Uma Verdade Inconveniente" e do drama "Contágio", de Steven Soderbergh.

Lars von Trier começa a rodar seu polêmico projeto pornô
Já começaram na Alemanha as filmagens de "The Nymphomaniac", o próximo e polêmico trabalho do norueguês Lars von Trier. O diretor já havia anunciado esse projeto durante o lançamento de "Melancolia", no Festival de Cannes do ano passado. Trier adiantou, na época, que "The Nymphomaniac" seria um drama pornô e com sexo explícito. Charlotte Gainsbourg e Stellan Skarsgard, que participaram de "Melancolia", foram os primeiros a serem escalados para o elenco. A eles se juntaram agora Jamie Bell e Connie Nielsen, além Shia LaBeouf, Nicolas Bro, Jesper Christensen, Jens Albinus, Shanti Roney e Severin von Hoensbroech. Ainda que seus nomes não tenham sido confirmados pela produção, Willem Dafoe e Nicole Kidman possivelmente também estarão no elenco. Gainsbourg é a personagem principal, uma mulher chamada Joe que descreve sua jornada erótica desde criança até completar 50 anos de idade, quando é auto-diagnosticada como ninfomaníaca. O roteiro contará a história em oito capítulos. A trama começa numa noite de inverno, quando o solteirão de meia-idade Seligman (Stellan Skarsgard) encontra Joe semiconsciente e machucada em um beco. O homem a leva até seu apartamento, cura os ferimentos dela e tenta descobrir algo mais sobre a misteriosa mulher. Então Joe começa a contar sua luxuriante história de vida. Recentemente Shia LaBeouf havia dito que no filme os atores realmente fariam cenas de sexo explícito, mas os produtores negaram a informação e avisaram que serão usados dublês de corpo e efeitos especiais nas cenas mais fortes. O diretor Lars von Trier, por sua vez, disse que considera realizar duas versões para o filme: uma hardcore, com sexo explícito e para circular festivais, e outra mais leve para o lançamento comercial nos cinemas, essa com efeitos para desfocar as genitálias.

DiCaprio terá cena de nudez frontal em "The Wolf of Wall Street"
O filme não deve oferecer cenas de sexo explícito, mas já se comenta com certo entusiasmo - pelo caráter polêmico - a promessa de nudez frontal de Leonardo DiCaprio. A produção adapta ao cinema a autobiografia do corretor da Bolsa de Nova York Jordan Belfort, papel interpretado por DiCaprio. Em 1990, Belfort foi sentenciado a uma pena de 20 anos de prisão ao se recusar a colaborar com as investigações de um caso generalizado de fraude bancária que envolvia corrupção em Wall Street e até negócios com a Máfia. De acordo com reportagem publicada no jornal NY Daily News, o tão comentado nu frontal de Leonardo DiCaprio se dá numa sequência de orgia entre o protagonista e outros três homens e mais duas mulheres. Com direção de Martin Scorsese, a obra ainda deve explorar o uso de drogas em cenas graficamente intensas. É importante destacar que esta não será a primeira vez que DiCaprio fará um nu diante das câmeras - o ator apareceu como veio ao mundo em "Foi Apenas um Sonho", lançado 2008. "The Wolf of Wall Street" está sendo filmado em Nova York e tem previsão de chegar aos cinemas em 2013.

Sai segundo trailer da cinebiografia do Rei do Baião
Em cartaz atualmente com "À Beira do Caminho", o diretor Breno Silveira já está finalizando seu próximo trabalho, o drama biográfico "Gonzaga - De Pai pra Filho". No último Cine-PE, festival que acontece no Recife, Breno revelou que este novo filme terá uma proposta narrativa e emotiva semelhante ao seu grande sucesso "2 Filhos de Francisco", campeão de bilheteria em 2005. "Gonzaga" ganhou nessa semana seu segundo trailer que, diferente do anterior - quase um resumão da história -, esse é bem mais trabalhado e deverá ser exibido brevemente nos cinemas. Produzido pela Conspiração Filmes, Globo Filmes e D+Produções, "Gonzaga - De Pai pra Filho" descreve a comovente história do sanfoneiro Luiz Gonzaga e de seu filho, o cantor e compositor Gonzaguinha. A trama gira em torno do relacionamento dos dois, mostrando todas as diferenças que pai e filho experimentaram ao longo de suas vidas. Para o papel principal foram chamados três atores diferentes, mas o sanfoneiro Nivaldo Expedito de Carvalho, conhecido como Chambinho do Acordeon, fará Gonzagão entre as décadas de 1930 e 1950, período em que a carreira do músico ganhou destaque. Julio Andrade, que ficou famoso com o personagem do mordomo gay Arthurzinho na novela "Passione", será Gonzaguinha; e Nanda Costa, vista recentemente em "A Febre do Rato", viverá a cantora e dançarina Odaléia Guedes dos Santos, mãe de Gonzaguinha. O filme foi escolhido para abrir o Festival do Rio 2012, no dia 27 de setembro, e no dia 26 de outubro faz a estreia nos cinemas brasileiros.

- Marcos Petrucelli, CBN -

0 comentários: