domingo, 22 de julho de 2012

Cinema

Festival de Brasília anuncia filmes concorrentes
O segundo semestre do ano é sempre bem agitado para o cinema brasileiro - e mais especificamente para os festivais de cinema nacional. Nem bem foram anunciados os filmes em competição no Festival de Gramado, que vai de 10 a 18 de agosto, e a organização do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro também revelou a lista de longas selecionados para as mostras competitivas desse ano. Na categoria longa-metragem de ficção, serão exibidos seis filmes, todos inéditos: "A memória que me contam", de Lucia Murat; "Boa sorte, meu amor", de Daniel Aragão; "Eles voltam", de Marcelo Lordello; "Era uma vez eu, Verônica", de Marcelo Gomes; "Esse amor que nos consome", de Allan Ribeiro; e "Noites de Reis", de Vinicius Reis. Já a mostra competitiva de longa-metragem documentário conta com os seguintes filmes: "Doméstica", de Gabriel Mascaro; "Elena", de Petra Costa; "Kátia", de Karla Holanda; "Olho nu", de Joel Pizzini; "Otto", de Cao Guimarães; e "Um filme para Dirceu", de Ana Johann. A 45ª edição do Festival de Brasília está marcada para ser realizada entre os dias 17 e 24 de setembro.

Atriz Alice Braga vai dirigir filme sobre Neymar e o Santos
Não é de causar surpresa que atores e atrizes se lancem na aventura de experimentar o lado de trás das câmeras. Assim como Patrícia Pillar, que em 2007 dirigiu seu primeiro filme, o documentário "Waldick, Sempre no Meu Coração", agora é a vez da atriz Alice Braga ocupar a cadeira de diretora. E, coincidentemente, também com um documentário, Alice, que atualmente pode ser vista nas telas em "Na Estrada", de Walter Salles, fará sua estreia como cineasta em um filme sobre o Santos Futebol Clube, mas com um olhar muito particular sobre a vida do jogador Neymar. Para tanto, Alice Braga juntou-se ao roteirista Felipe Braga, de "Cabeça a Prêmio", para capturar as imagens mais reveladoras do jovem craque da Vila Belmiro. Dias atrás, Neymar chegou a postar em seu Twitter uma foto ao lado de Alice - a quem chama de "meu carrapato", uma vez que a agora diretora o acompanha por todos os lugares durante as filmagens. Numa entrevista concedida à Santos TV, Alice Braga comentou: "Na verdade, a gente não quis seguir o Neymar. A gente quis seguir um menino de 20 anos que está em um time que já tem história." Para a diretora, trata-se de uma linda história que inclui Pelé, Robinho e Neymar. "Um raio caiu realmente três vezes no mesmo lugar", disse ela, referindo-se ao grande talento desses jogadores ícones do Peixe.

Dublê revela qual será o vilão em "Thor 2"
Foi o que aconteceu quando James Grogan, meio sem querer, deixou escapar numa entrevista ao site IReviewToo. Grogan, famoso dublê e coordenador de lutas que tem em Hollywood um currículo de respeito em trabalhos como "Branca de Neve e o Caçador", "Fúria de Titãs" e "Batman Begins", falava sobre o andamento das filmagens de "Thor 2" quando revelou o que muitos fãs já especulavam: "Outro dia, eu estava no set e tínhamos um monte de dublês... o diretor Alan Taylor chegou e disse 'Olha, queremos que todos vocês sejam elfos'... e eu estava pensando 'Que diabos é um elfo, afinal?'. E Taylor complementou: 'Eu quero que todos vocês andem como esses animais sobrenaturais'". Ou seja, desde que "Thor 2" foi anunciado com o título "Thor: The Dark World", os milhares de leitores das HQs começaram a vislumbrar a possibilidade de que um dos vilões fosse Malekith e seus Elfos Negros. Ao que tudo indica, pela declaração de James Grogan, é isso mesmo o que deve acontecer. Os elfos negros são vilões das histórias de Thor, sempre liderados por Malekith. Na HQ Thor #344, o irmão dos heróis, Loki (o chifrudo), faz uma aliança com esses seres mágicos a fim de garantir a segurança da Caixa dos Antigos Invernos. O objeto sagrado é uma arma poderosa e mortal. Quando aberta, libera um clima ártico poderoso capaz de congelar qualquer coisa em seu caminho, matar seres humanos e imobilizar Asgardianos. Ela só pode ser manipulada por um Gigante do Gelo. Se outra pessoa tentar abri-lo, será queimada viva. Sua magia é forte o suficiente para interromper temporariamente os poderes de Odin. Mas, como detalhes da trama estão sendo mantidos em sigilo, só resta aos fãs esperar para que tudo se confirme. "Thor: The Dark World" tem previsão para chegar aos cinemas americanos em 8 de novembro de 2013.

Retorno de Jack Ryan ao cinema terá direção de Kenneth Branagh
Se você ainda não conhece, então precisa conhecer o personagem Jack Ryan, o destemido analista da CIA criado na série de livros escritos por Tom Clancy. Alguns deles foram levados ao cinema, tendo como protagonistas astros como Alec Baldwin ("Caçada ao Outubro Vermelho"), Harrison Ford ("Perigo Real e Imediato") e Ben Affleck ("A Soma de Todos os Medos"). Pois Jack Ryan logo estará de volta. Chris Pine, o Capitão Kirk de "Star Trek", assumirá o papel do agente em "Moscow" assim que concluir as filmagens de "Star Trek 2". Esse é o plano do estúdio Paramount para trazer Jack Ryan de volta às telas. "Moscow" será dirigido por Kenneth Branagh, que ainda deverá assumir o papel de vilão na trama, segundo informou a revista Variety. A história começa em Wall Street, centro financeiro de Nova York. Na cronologia oficial dos livros de Tom Clancy, Jack Ryan trabalha como operador da bolsa de valores depois de sua passagem pelos fuzileiros navais do exército dos EUA e antes de se tornar agente da CIA. De acordo com as primeiras revelações do roteirista David Koepp ("Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal", "Homens de Preto 3"), em "Moscow" Ryan é mandado à capital russa para trabalhar como consultor financeiro de um bilionário. O empregador, na verdade, arma para que Ryan leve a culpa por um ataque terrorista ao sistema financeiro dos EUA. O herói precisa, então, correr para limpar seu nome e salvar sua esposa, que foi pega como refém do bilionário. A ideia do estúdio é começar a filmar ainda neste segundo semestre de 2012, mas não há previsão de lançamento.

Columbia confirma planos para reboot de "Jumanji"
Grande sucesso na carreira de Robin Williams, a ventura "Jumanji", lançada em 1995 sob a direção de Joe Johnston, também entra na onda dos reboots. O longa original chegou a ganhar uma suposta continuação em 2005, intitulada "Zathura: Uma Aventura Espacial". Mas agora o presidente da Columbia Pictures, Doug Belgrad, revelou em entrevista ao The Hollywood Reporter que o estúdio está mesmo disposto a lançar um reinício. "Nós vamos reinventar 'Jumanji' e atualizá-lo para o presente", declarou Doug Belgrad. A história de "Jumanji" fala sobre um garoto que, nos anos 1960, descobre um baú enterrado. Dentro dele está um estranho jogo de tabuleiro chamado Jumanji que esconde vários e incríveis segredos. Uma vez iniciado o jogo, ele jamais poderá ser interrompido até que a partida seja definitivamente encerrada. Quando o garoto começa a jogar com uma amiga, ele logo é penalizado a ficar na floresta, de onde não sai por 26 anos. Passado todo esse tempo, duas outras crianças encontram o tabuleiro e dão continuidade ao jogo, libertando finalmente o jovem (e agora adulto) do passado, mas também com ele os perigosos animais da floresta. A única forma de deixar tudo como antes é terminar a partida.

- Marcos Petrucelli, CBN -

0 comentários: